Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Andam por aí uns senhores muito importantes a afirmar que as famigeradas escutas "ao PM" foram (em simultâneo, note-se) realizadas de forma abusiva e não têm nenhuma relevância criminal. Isto, acrescentam os doutos opinadores, decidido com toda a autoridade por quem pode e sabe(?) (leia-se, o PGR).

Ora, há aqui qualquer coisa que não bate certo.

 

Em direito há uma figura que se chama questão prévia e que, en passant, podemos definir como matéria (normalmente de índole formal) a apreciar antes de se passar à análise da questão substancial.

 

No âmbito das chamadas questões prévias cabe, naturalmente, a validade dos meios de obtenção da prova, como por exemplo as escutas.

 

Ou seja, to make a long story short, caso o meio de obtenção de prova seja ilegal, inválido ou nulo, não se passa sequer à análise da questão substancial. Essa matéria fica, digamos, prejudicada.

 

Assim sendo, como é que as tais escutas podem ser, simultaneamente, inválidas mas ainda assim serem apreciadas do ponto de vista substancial, concluindo-se que não há matéria criminal?

 

 



publicado por Nuno Albuquerque às 10:51 | link do post | comentar

1 comentário:
De fgm a 27 de Novembro de 2009 às 16:47
a revolução começou

www.terrasonora-nunoviana.blogspot.com


Comentar post

mais sobre mim
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


posts recentes

Comentários online. Ponto...

Bofetadas

Animal feroz.

A Taxa

Rui Machete pede desculpa...

Limitação de mandatos

Da falta de pudor.

Deus,se existisse, era at...

"Até quando a velha carca...

Ups...

arquivos

Janeiro 2017

Abril 2016

Novembro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Março 2013

Novembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Dezembro 2011

Maio 2011

Setembro 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

links
blogs SAPO
subscrever feeds