Terça-feira, 14 de Abril de 2009

 

Anda por aí acesa discussão a propósito do facto de a putativa namorada do PM não se coibir de defender o seu, também ele, putativo namorado em tudo quanto é canto e esquina (leia-se, pasquins de vários formatos, televisões e quejandos).
Escândalo, vociferam uns. Escabroso, acrescentam outros. Do outro lado da barricada, igualmente encarniçados, brame-se com o direito inalienável à opinião (parece que é disto que se trata), à individualidade (da senhora), acusa-se de sexismo, machismo e outros ismos menos decorosos quem se atreva a criticar a atitude (curioso paradoxo...).
 
Patetices.
 
É óbvio que a senhora tem todo o direito de escrever sobre quem e sobre o que muito bem lhe aprouver. Disparates incluídos.
 

Há apenas uma questão que nunca vi abordada e que, na minha opinião, é o fulcro da dita. Chama-se pudor.   



publicado por Nuno Albuquerque às 17:36 | link do post | comentar

mais sobre mim
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


posts recentes

Comentários online. Ponto...

Bofetadas

Animal feroz.

A Taxa

Rui Machete pede desculpa...

Limitação de mandatos

Da falta de pudor.

Deus,se existisse, era at...

"Até quando a velha carca...

Ups...

arquivos

Janeiro 2017

Abril 2016

Novembro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Março 2013

Novembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Dezembro 2011

Maio 2011

Setembro 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

links
blogs SAPO
subscrever feeds